Notícias

mstl

 

Ter uma vida com muita saúde, um bom emprego e moradia digna é o que todo mundo almeja. Para o MSTL, isto não é sonho, são direitos fundamentais que, quando não são atendidos pelos Poderes Públicos, precisam ser conquistados através da organização e da luta popular. Nos últimos tempos, duas coisas têm afligido o povo brasileiro: a crise econômica e a pandemia causada pelo novo coronavírus. E nestas duas coisas, um elemento é fundamental: a moradia.

POR QUE QUEM VIVE NA
PERIFERIA SOFRE MAIS COM
O CORONAVÍRUS?
Os números apresentados pelos governos ou pelo consórcio de meios de comunicação indicam que o povo mais pobre é a principal vítima da covid-19, tanto em número de casos, quanto em número de mortes. Um dos elementos principais dessa situação é a moradia. As péssimas condições de moradia a que nosso povo é submetido contribuem para a disseminação do vírus.

POR QUE OS MAIS POBRES
PAGAM A CONTA DA CRISE?
Além de serem as principais vítimas do coronavírus, os mais pobres também são os que mais sofrem com a crise econômica, que já era grave mesmo antes da pandemia. O governo segue ajudando “os seus” e deu mais de R$ 1 Trilhão para os bancos que, supostamente, deveriam fomentar o auxílio a empresas, com a cobrança de juros baixos.
Para o povo, sobrou o desemprego, a redução de salários e a retirada de direitos. Para os micro e pequenos empreendedores, o abandono... O próprio ministro da Economia disse: “temos que salvar as grandes empresas, porque assim a gente ganha dinheiro”, quando na verdade, a maioria absoluta dos empregos é gerada pelas micro e pequenas empresas.

ALUGUEL NAS ALTURAS E
DESPEJOS EM PLENA PANDEMIA
Um dos maiores problemas com o agravamento da crise econômica é o desemprego. E o que fazer: pagar o aluguel ou colocar comida no prato? Em vários países, governos pagaram o aluguel dos mais pobres. Por aqui, o que sobra é o despejo em plena pandemia.

O MSTL ORGANIZA O POVO
NA LUTA POR SEUS DIREITOS
A única saída para vencermos a crise é a organização popular. Um povo organizado tem mais força e a luta coletiva permite que todos e todas conquistem seus direitos.
Então, vem com a gente! Assim como as 800 famílias dos Projetos Frei Tito e Nelson Mandela, a sua também tem o direito à moradia digna! Entre em contato com a gente e participe de um dos nossos Grupos de Base, o primeiro passo para a conquista de um verdadeiro lar para sua família.