Nossos Projetos


palestra

Foram muitos os depoimentos emocionados durante a Solenidade que aconteceu no dia 16 de janeiro. Famílias inteiras celebrando mais um importante passo na conquista do direito à moradia digna. Veja alguns:

 

romiRomi Ribeiro Rocha -  Grupo Zuzu Angel

“Estou no Movimento graças à parceria com o SINDSERV, que deu esta força aos funcionários públicos, para se agregarem ao MSTL. Isso tudo é muito importante e a conquista desta terrinha é ainda mais importante quando fico imaginando a semente que cada um vai plantar aqui, que vai prosperar e fazer fortalecer nossos ideais e nosso movimento, gerando uma floresta de cidadania e dignidade”.

 

 

leandroLeandro Silva de Oliveira – Grupo Peri

“Estou na luta há quatro anos, e faz dois anos que tive que utilizar cadeira de rodas por causa de esclerose múltipla. Apesar desta dificuldade, não desisti e agora fui aprovado pela CAIXA. A emoção foi tão grande que tive vontade de descer correndo quando fui anunciado”.

 

 

  

marileiMarilei – Grupo Zuzu Angel

“Até agora não acredito. Fui selecionada no último momento. É muito emocionante saber que terei um lugar decente para morar. Hoje, moro na periferia, em dois cômodos, com meus quatro filhos, numa situação muito difícil. Sempre quis deixar uma situação mais tranquila para eles e, com esta conquista, tenho mais forças para lutar pelos outros, também”.

 

  

fatiminhaFatiminha – Grupo Madre Tereza

“É muita alegria, felicidade. Tanto que eu batalhei, não dá nem para explicar! Estou há quatro anos na luta pelo meu direito e vou continuar, pois assim como eu recebi está terrinha que simboliza nossa conquista, vou ficar muito feliz que outros recebam, também, que possam sentir a mesma felicidade que estou tendo agora. Tenho muito que agradecer ao MSTL, pois até fome eu vi aquelas meninas passando no escritório, ficando lá até tarde para encaminhar nossos documentos. São guerreiras que lutaram por nós”.

 

 

karinaKarina Santos Almeida – Grupo Márcia Dangremon

“Eu agradeço muito a Deus por ter me permitido participar deste projeto através do MSTL e através deste simbolismo da terra que recebemos hoje, eu desejo que assim como as raízes que vão se fixar nesta terra, das plantas que vamos cultivar, que estas raízes cresçam entre a gente, que possamos nos tornar uma grande comunidade e viver como uma família”.

 

 

dimasDimas – Grupo André Fidelis

“Não tem nem como expressar tanta felicidade. A gente trabalha, trabalha, luta e, mesmo assim, vim pra cá hoje sem muita esperança de ter sido aprovado. São três anos nesta batalha e saber que fui aprovado foi de uma emoção que nem consigo explicar. Hoje, estou tendo a recompensa por este trabalho, que não depende só de mim, mas de todo o grupo aqui, do MSTL, que ajuda tanto este povo sofrido”.

 

 

tarcisioTarcísio Secoli – Secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo

“Vocês não fazem ideia do quão importante esta atividade está sendo para mim. Ela reforça convicções e compromissos importantes que me ajudam a compreender, cada vez mais, a importância do trabalho que estamos desenvolvendo e me prepara para os futuros desafios que devo enfrentar”.

 

 

frei bettoFrei Betto

“É uma honra viver em comunidades com os nomes destes dois lutadores e, por isso, acho que vocês devem fazer um trabalho no bairro, nas escolas e associações, para que os moradores da região, especialmente as crianças, conheçam as histórias de Frei Tito e de Nelson Mandela”.

 

 

 

rafaelRafael – Representante da CAIXA

“Há uma tendência nas pessoas de destacar os problemas, o que é ruim. Mas, nós jamais podemos deixar de olhar as conquistas e de tudo o que a gente conquistou nos últimos anos. Se formos falar do Minha Casa, Minha Vida, vamos lembrar que este programa já atendeu mais de 9 milhões de pessoas, que hoje têm a oportunidade de viver num lugar digno. Só nos Projetos Frei Tito e Nelson Mandela, são mais de R$60 milhões aplicados pelo Governo Federal e R$16 milhões do Estadual. E muito mais que tijolo, cimento, ferro, serão lares, por isso que estou tão feliz em participar desta atividade, pois percebo que a comunidade é unida e que teremos famílias felizes, que ajudam a construir um país cada vez melhor”.

  

manoelManoel Del Rio – Coordenador da Frente de Luta por Moradia

“Quero parabenizar a todos por esta luta, pois todos nós sabemos que a moradia é tudo. É ali que a família assegura sua liberdade, a proteção às crianças e a sua dignidade. Vocês terão a oportunidade de construir uma comunidade diferenciada de tudo aquilo que tem aí fora do individualismo, do egoísmo. Vocês têm a tarefa de construir uma comunidade de solidariedade, onde um ajuda ao outro, pois o povo precisa tomar conta de sua própria vida”.

 

 

 

LEIA TAMBÉM: